O que é uma escola bilíngue?

Leia este artigo para entender de forma simples e direta o que é uma escola bilíngue e quais suas principais características

Esse tipo de estabelecimento de ensino, geralmente, está associado a temas como educação de qualidade e formação sólida. Afinal, o que é uma escola bilíngue e que tipo de recursos ela oferece?

O objetivo deste artigo do Blog da TWICE é responder essa pergunta de forma direta e simples.

Ainda assim, é fundamental tratar o tema com seriedade. É preciso estar de olho nas características necessárias para reconhecer um sólido sistema bilíngue, que atenda a todos os requisitos de qualidade e benefícios dessa proposta.

Com esse objetivo, vamos tratar inicialmente da definição sobre o que é uma escola bilíngue e, ainda, trazer suas principais características e diferenças de outros modelos disponíveis no cenário educacional no Brasil.

Ensino bilíngue no Brasil

Quando falamos sobre a definição do que é preciso para uma escola ser bilíngue, é preciso trazer esse tema para um contexto nacional tendo em vista o fato de que esse termo é muito genérico no Brasil porque muitas escolas usam essa terminologia para descrever programas bilingues diferentes.

Apesar de termos leis e propostas na gestão educacional que tratam do ensino de idiomas, como é o caso da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), ainda não há no Brasil uma regulamentação/ normativas   para o currículo bilíngue.

Diante desse ponto de partida, é muito importante que os sistemas de ensino ofereçam conteúdo  integrado com linguagem para aprimorar a 2ª língua.

Definições: O que é uma escola bilíngue?

Em linhas gerais, afirmar que uma escola é bilíngue significa que ela desenvolve suas atividades educacionais baseada em dois idiomas.

Vamos tomar como exemplo o inglês e português, que são os casos mais presentes na nossa realidade. Em uma escola bilíngue, o ensino do inglês é diário e faz parte das disciplinas que o curso vai oferecer.

Esse idioma vai estar presente em sala de aula, mas de forma diferente. Não ficará restrito ao ensino do seu vocabulário e da gramática. Outras matérias como matemática, história e geografia, para citar apenas algumas, vão ser integradas ao ensino do inglês.

Isso faz com que exista um aprofundamento natural na forma com o aluno entra em contato com a segunda língua de uma forma engajada afinal, não serão apenas aulas ministradas sobre a língua inglesa. Na verdade, os conteúdos/matérias serão trabalhados através da língua inglesa.

Por que optar pelo ensino bilíngue?

Nas palavras da professora Ana Gurgel, fundadora do sistema da TWICE Educação Bilíngue, os benefícios dessa escolha estão sob o olhar de pesquisas desde a década de 1960.
“Estudos científicos comprovam que os bilíngues desenvolvem mais e melhor as funções executivas do cérebro, responsáveis por memória, atenção, foco, planejamento, resolução de problemas e multitasking, para citar apenas algumas”, ressalta.

Quer saber mais sobre o assunto? Acesse o site da TWICEe conheça mais sobre as possibilidades de um sistema de ensino bilíngue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *